domingo, 11 de fevereiro de 2018

Poesias de James Bantu

SOBRE JAMES BANTU

Paulistano, rapper, poeta, instrumentista e compositor. James Bantu também estudou canto e dança e é artista consagrado pelos saraus das periferias de São Paulo. 

O ator e diretor Antonio Abujamra, que entrevistou James na última temporada do clássico programa Provocações, da TV Cultura, em 2016, referiu-se a ele como: “além de poeta refinado, dizem que ele ama a música, o hip hop. Dizem ainda que sabe muito bem como levar seu talento poético para a música das quebradas. Ele seria além de bom letrista bom músico também”.

De acordo com o historiador e especialista em música independente Saloma Salomão, Bantu é parte da geração que reformulou a audição de música negra brasileira. O músico é  um dos artistas que representa “aquele ponto de mutação da linguagem musical do Movimento Hip Hop no Brasil”. Ou seja, o momento no qual as referências norte-americanas do rap foram suplantadas pelos elementos da cultura musical negra brasileira. “O resultado é um som melódico e harmônico, com levadas muito suingadas e letras cheias de percepções filosóficas, histórias negras cotidianas, discursos refinados de identidade e outras sutilezas”, afirma o historiador.

Hoje, além de sua vasta produção autoral como poeta e compositor, o artista é backing vocal do rapper Rincon Sapiência.


Poesias

  1. 24 por 48
  2. Ella
  3. Jardim secreto
  4. De volta ao ventre 
  5. Interno Olhar
  6. Mãinha
  7. Atlântica
  8. Menina Pretinha
VIDEOS

TRABALHO OFICIAL



IMPRENSA

 


INTERNET




Nenhum comentário:

Postar um comentário