sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Transformação com Uberê Guelé

Como a poesia surgiu na sua vida? Como você era antes da poesia?

A poesia sempre fez parte da minha vida, desde criança quando ouvia minha mãe rindo e cantando, na música "Aquarela" do Toquinho que eu ouvia no CD que alguém me deu, "Mama África" do Chico César prendia minha atenção inocente.

Passo a escrever mesmo em 2010 quando conheci o Sarau do Binho, fui um dia sozinho, recitei, mandei poesia pro Correspondência Poética e era minha alegria achar ela impressa nas caixas que eram postas anarquicamente nos terminais.

Em 2014 eu me aprofundo quando começo a frequentar o Verso em Versos. Pra mim foi a possibilidade de explorar com mais intensidade e gosto a arte da oralidade.

Quem você é depois dela?
Me sinto mais completo, ou mais perto da completude.



POESIA

Os santos daqui pagam promessa:
São Pedro de São Paulo
não sabe o que quer.
mistura todos os climas e estações
no mesmo dia.
Já Santo Antônio não acredita na monogamia,
quem quiser encontrá-lo vá no baile da 17.
é um muleque piranha sarrando uma piriguete.
São Benedito sempre está na padaria do bairro
pede um pão na chapa acompanhado de um pingado.
São Gonçalo toca samba nas linhas de metrô e trem
“Quem puder ajudar Deus abençoe,
quem não puder, abençoe também.”
São Jorge é dedetizador.
São Judas aposta na Mega-Sena.
Santa Luzia usa óculos escuros por não ter colírio.
Enquanto São Francisco trabalha feito animal.
Os santos daqui pagam promessa
pra não passar mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário